Fernanda Bertoncello Boff

Necitra_0146 (2)

fernandaboff.wordpress.com

Licenciada em Dança pela UFRGS, seus estudos artísticos e na área da educação percorrem os campos da dança contemporânea, das artes circenses e da educação somática. Fez parte do Grupo Experimental de Dança de Porto Alegre de setembro/2009 até dezembro/2011, participando das montagens “Alguma coisa acontece…”, “Faz de conta que”, “Pulp Dance”, “De cara limpa” (coreografia solo), “Performances, happenings, atividades e outras experiências (in)nomináveis”, “O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra – Um Exercício” e “…Foi pro espaço…”. É integrante do NECITRA – Núcleo de Estudos e Experimentações com Circo e Transversalidades, desde abril/2011, através do qual realiza seus principais trabalhos artísticos e também como professora. Faz parte das produções “Tubo de Ensaio”, “Desdobramentos” (indicado por dois anos ao Prêmio Açorianos de Dança na categoria Destaque em Dança Contemporânea), “Jogos de Transportar” (selecionado para a Virada Cultural Paulista Santos/SP 2015)  e “Coisarada”. Por esse último, recebeu o Prêmio Funarte Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo 2012 e participou de Festivais Internacionais de Artes Cênicas como o Porto Alegre em Cena (2012) e o Caxias em Cena (2013). Seu trabalho solo inicia no núcleo em 2013, sob orientação de Diego Esteves: “Experimento Portabilidade” – indicado ao Prêmio Açorianos de Dança na Categoria Novas Mídias (2013) e selecionado para a I Mostra Prosa, Vídeo e Dança em São Paulo/SP. Em 2014, desenvolve a pesquisa coreográfica “Tudo que vai, volta”, que participou da Maratona de Dança e do Festival Nacional Dançaponto com, ambos em 2015. Também neste ano de 2015, foi contemplada com o Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança para a concretização de um espetáculo solo de dança contemporânea voltado ao público infantil: “Pequenices”. Além disso, atua no projeto de dança para crianças “Guia Improvável para Corpos Mutantes” desde 2012, concepção de Airton Tomazzoni e vencedor dos Prêmios Rumos Dança Itaú e Funarte Petrobras Klauss Vianna, ambos em 2012. O espetáculo já realizou apresentações no Uruguai, em Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo e Pernambuco. Em 2015, o “Guia” faz turnê pelo Rio Grande do Sul com patrocínio O Boticário na Dança, através da Lei de Incentivo à Cultura do Estado e parceria com o Sesc/RS. É também professora de dança e arte circense para crianças no Azul Anil Espaço de Arte, na Escola Preparatória de Dança de Porto Alegre e no Colégio Farroupilha. Produtora na Canto – Cultura e Arte desde 2011.

Deixe uma resposta