Oficina de Atividades Circenses no evento da Moderna Idade

Ãhn? Oficina de Atividades Circenses para a terceira idade?

É, pode até parecer estranho num primeiro pensamento, mas é isso mesmo. Estávamos lá, NECITRA, no evento da Moderna Idade, a pedido deles, participantes. Bom, pelo menos da maioria deles, que já nos conhecia da Convenção da Maturidade Ativa SESC RS.

O evento, que ocorreu nos dias 30 e 31 de março lá na PUCRS, contou com uma programação bem intensa: palestras, apresentações, oficinas (de dança, ginástica cerebral, artesanato, ginástica chinesa… nós!), estandes de massagem, outros que mediam a pressão, o diabetes…

“Mas, tá, e essa atividade circense aí, como é que faz? Porque eu não posso fazer coisas muito difíceis.” – diziam, principalmente aqueles que ainda não conheciam nosso trabalho. Os mesmos que, depois da prática, já se diziam artistas do circo. Ah, mas é aí, aí nessas falas, nessa atitude, ou mesmo no olhar de alguns outros, que eu vejo o encontro acontecer. Se ler de novo, prestar atenção, pensar um pouco, se nota: visões e percepções foram modificadas. Do que é o circo, do que é ser artista, do que se é capaz de fazer, de como o corpo responde a novas informações, processa e (re)inventa… (Re)inventa a vida.

“E como eles (idosos) tem a nos oferecer.” – diz a Geni. Sim, é incrível, apavorante às vezes. Mas, sabe, acho que tem muito dessas pessoas que buscam continuar vivendo pra valer. Quando eu for velhinha, quero ser assim…

Deixe uma resposta