Caroline Mendes

12545967_1699063770339402_1332793534_o

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seu envolvimento com a dança começou desde cedo, com nove anos de idade, através de atividades desenvolvidas na Academia Du Corpo, em Porto Alegre. Atua principalmente no campo das danças urbanas e da dança contemporânea. Em 2012, passa a fazer parte do Grupo Experimental de Dança da Cidade de Porto Alegre (Direção: Airton Tomazzoni) pelo qual foi intérprete e criadora dos espetáculos “Sou Muitos e Mudo” e “Cuidado Frágil” (2012). Também fez parte do Grupo Conexão Street Dance desde 2000 (Coreógrafo: Cristiano Bastos) fazendo parte das montagens “Fusão” e “Estilo Urbano” até 2013. No ano de 2013, torna-se integrante do NECITRA – Núcleo de estudos e experimentações com Circo e Transversalidades, através do qual desenvolve suas pesquisas dentro do projeto “Desdobramentos”, buscando um trabalho embasado no diálogo entre as danças urbanas, a dança contemporânea e o circo. No ano de 2014 passa a acrescentar mais Escolas onde desenvolve seu trabalho com Hip hop e contemporâneo. Escola de dança Danç’arte, Casa cultural Tony Petzhold, Escola Infantil Encantada, Escola de Dança CultDance, Escola João Paulo I e Escola Leonardo da Vinci. Na Escola de dança CultDance iniciou os trabalhos a partir do ano de 2014, onde desenvolve aulas permanentes de Jazz infantil feminino, como as aulas tiveram um resultado positivo, pesquisou e desenvolveu uma Aula de Jazz Adulto (Jazz Fitness) focados na parte física e técnica, essa aula se desenvolve na Escola de Dança Mahaila Adma. No inicio do ano de 2015 foi convidada a fazer parte do núcleo de bailarinos interpretes/ criadores do Coletivo de Hip Hop Jeroquis, onde desenvolvem um estilo próprio de Dança Contemporânea com Hip Hop. A partir destas aulas surgiu a Oficina de Hip Hop Para Todos, com duração de três meses na Casa de Cultura Mario Quintana. Após algumas pesquisas e estudos com o Hip hop feminino e Stiletto desenvolveu um Workshop onde uni esses dois estilos de dança, aplicou esse formato de aula na escola High Heels Pole Studio e Escola de Dança Mahaila Adma no ano de 2015. A partir do segundo semestre de 2015 a Oficina de Hip Hop Para todos e Stiletto Dance tornou se aula permanente, com encontros semanais na Usina do Gasômetro.

Na área da Produção Cultural foi responsável pela produção executiva do Projeto Desdobramentos , entre os anos de 2013 a 2015 realizando dez edições na Casa Cultural Tony Petzhold e Sala 400 da Usina do Gasômetro. Também trabalhou na Produção das edições do Desdobramentos no Projeto Quartas da Dança da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre e na 1º Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Perez na Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre.

Assistente de Produção no Espetáculo Ramonster – O Malabareador de Idéias com mais de vinte apresentações em Porto Alegre e Caxias do Sul nos anos de 2015 e 2016. Responsável pela área de Comunicação do Núcleo Necitra e atua na Produção da Mostra de Processos que acontece mensalmente na Sala 400 da Usina do Gasômetro. Atualmente está envolvida na Produção do Projeto Gotas de Crystal que foi contemplado com o Premio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo 2015.

Deixe uma resposta