Começando a desdobrar…

para postagem 13.05

O NECITRA está entrando em seu quinto ano de atividade. No início, éramos eu e uma equipe de profissionais no entorno da criação do espetáculo “Gestos e Restos”. Ao final do primeiro ano, chegou a Genifer. Logo depois, o Rafael e, na sequência, o Psico. Tivemos a breve participação da Giovana e assim nos encaminhamos para o ano de 2011. O “Coisarada” já estava em processo de criação. Neste ano, juntam-se ao grupo Fernanda, Kalisy e Juliana (que permaneceu até o ano seguinte). Criamos o primeiro “Tubo de Ensaio”, realizado no Dhomba. Em 2012, entram para o núcleo Viviana e Ana Cláudia. E, eu, apresento pela primeira vez “O Inventor de Usamentos”. No mesmo ano, realizamos a 2ª edição do “Tubo de Ensaio”, dessa vez no apartamento da Vivi.

2013: nossa primeira audição inicia os trabalhos do ano. Dentre os que chegaram estão Béthany, Caroline, Gabriel, Fernando, Ludmila, Paola, Pryia e Ramon. E, neste momento, estamos em um novo processo, ou melhor, processos: DESDOBRAMENTOS.

Desdobramentos, palavra que, em resumo, significa desdobrar o processo de fazer obras (obramentos), fazer dos processos individuais um processo coletivo, e do processo coletivo, pontuado em um evento, um fim. Uma sequência de fins que compõe este meio, sem fim. Desdobramentos é, portanto, mais do que um evento em forma de mostra experimental, é a efetivação de projetos de pesquisas do núcleo, da criação de obras, a maioria cênicas, mas também vídeos, esculturas, textos – enfim, desdobramentos.

Dentre os vídeos, estão sendo feitos registros desse(s) processo(s), para compartilhamentos e trocas dessas experiências. No primeiro destes vídeos, que pretendo finalizar nesta semana, explico um pouco mais deste projeto, bem como exponho uma breve apresentação sobre o núcleo, para quem está nos conhecendo agora. Até lá!

2 todos

Um comentário em “Começando a desdobrar…

Deixe uma resposta